Livro – Rework


Rework é um livro sobre negócios, mas de longe não é um daqueles livros chatos e enfadonhos cheio de termos técnicos e conceitos complexos sobre business. É um livro baseado nas experiências profissionais de Jason Fried e David Heinemeier Hansson (criador do framework Ruby on Rails), líderes da empresa 37Signals. Um dos principais produtos da empresa é a famosa ferramenta web de gerenciamento de projetos Basecamp. Eles descrevem de maneira inteligente o que funcionou para os negócios deles e porque irá funcionar para o seu.

Eu recomendo para todos que já possuem um negócio ou que está pensando em ter um, pois ele dá diversas dicas de como conduzir o negócio de modo que ele seja bem sucedido, sem as mesmices do mundo corporativo atual.

Ocorreu-me algumas vezes durante a leitura aqueles sentimentos “Isso é óbvio! Eu já sabia! Todo mundo sabe!”. Coisas que fazem sentindo, mas que raramente são concretizadas. Eles nos mostram como coisas pequenas são extremamente poderosas.

Algumas frases do livro:

  • Failure is not a prerequisite for success.
  • What you need to do is stop talking and start working.
  • The most important thing is to begin.
  • Solving your own problem lets you fall in love with what you’re making.
  • Focus on substance, not fashion. Focus on what won’t change.
  • Build half a product, not a half-assed product.
  • What you do is what matters, not what you think or say or plan.
  • Interruption is the enemy of productivity. The worst interruptions of all are meetings. Meetings are toxic.
  • You don’t create a culture. It happens. Culture is the by-product of consistent behavior.
  • Workaholics aren’t heroes. They don’t save the day, they just use it up. The real hero is home because she figured out a faster way to get things done.

Se você está procurando por um meio eficiente de conduzir seu negócio ou está com receio de começar um, este livro é para você. Em um mundo onde todos nós temos que fazer mais com menos, os autores nos mostram como fazer menos e criar mais.


Tutorial – Maven 3 no CentOS 6.3

O Apache Maven é uma poderosa ferramenta utilizada para gerenciar projetos Java. Com Maven temos todo o controle de compilação da aplicação, controle de bibliotecas, deployment e relatórios estatísticos. A configuração do Maven se baseia em um arquivo chamado pom.xml (Project Object Model), onde são declaradas todas as dependências do projeto. Depois de feita a configuração, o Maven se encarrega de analisar as dependências declaradas, fazer o download de todas as elas a partir de um repositório, e utilizá-las para compilar, empacotar e distribuir o artefato que pode ser um JAR, WAR ou EAR.

Algumas características

  • Facilitar e unificar o processo de build
  • Fornecer mais qualidade de informação sobre o projeto
  • Permitir transparente migração para novas versões
  • Ajudar com boas práticas no desenvolvimento

Download e configuração

1. Baixe o Maven 3 aqui: http://maven.apache.org/download.html

Na pagina de download escolha:

Maven 3.0.4 (binary tar.gz)

2. Extraia em algum diretorio:

  • # tar -xvzf apache-maven-3.0.4-bin.tar.gz

3. Mova a pasta apache-maven-3.0.4 para o diretorio /usr/local:

  • # mv apache-maven-3.0.4 /usr/local

4. Crie um link simbolico

  • # ln -s apache-maven-3.0.4 maven

5. Agora vamos adicionar maven ao nosso path do sistema, assim podemos fazer chamadas de qualquer lugar. Abra o arquivo .bashrc:

  • # vim ~/.bashrc

5. Vamos adicionar as seguintes linhas no final do arquivo:

export M2_HOME=/usr/local/apache-maven-3.0.4/
export PATH=${M2_HOME}/bin:${PATH}

Obs: para salvar as mudancas no vim aperte ESC em seguida :wq!

6. Execute o comando para atualizar o path do sistema:

  • # bash

7. Verique se a instalacao ocorreu com sucesso:

# mvn –version

O resultado:

[sergiofantin@localhost ~]$ mvn -version
Apache Maven 3.0.4 (r1232337; 2012-01-17 06:44:56-0200)
Maven home: /usr/local/apache-maven-3.0.4
Java version: 1.6.0_24, vendor: Sun Microsystems Inc.
Java home: /usr/lib/jvm/java-1.6.0-openjdk-1.6.0.0.x86_64/jre
Default locale: en_US, platform encoding: UTF-8
OS name: “linux”, version: “2.6.32-279.2.1.el6.x86_64”, arch: “amd64”, family: “unix”